O planejamento financeiro é uma forma importante de conseguir proteger as suas necessidades básicas do dia a dia e permitir encontrar formas para viabilizar projetos pessoais. Por exemplo, comprar um imóvel, uma viagem, abrir um negócio, entre outros.

Ele é feito a partir de alguns pilares como disciplina, organização, estratégias, observação de metas em longo prazo, de forma a conseguir encontrar em quais pontos é possível minimizar gastos e poupar em suas atividades diárias. Por isso, é fundamental realizá-lo de forma eficiente.

Você sabe como começar? Trouxe 5 ações que podem ser aplicadas em seu negócio para que tire suas dúvidas sobre o tema.

A importância do planejamento financeiro

Quantos sonhos e objetivos você deseja em longo prazo, mas são difíceis de ser cumpridos porque exigem um alto investimento financeiro? Por exemplo, investir em uma aposentadoria privada, abrir um negócio, realizar uma viagem, adquirir um imóvel, entre outros pontos, que só podem ser realizados quando você tem uma boa quantia em mãos — ou decida por financiamentos.

Independentemente da sua opção, é necessário planejar para que possa realizar seus objetivos e, ao mesmo tempo, manter a saúde financeira. Assim, pode seguir honrando seus compromissos e evitando riscos de se endividar além do que pode arcar.

Com isso, você consegue atingir seus sonhos para daqui a dois, cinco ou 10 anos, sem maiores dificuldades. Ou seja, pense no ponto em que está e em qual quer chegar, e saiba que é possível, sim, desde que consiga realizar um planejamento, de fato, eficiente.

5 ações de planejamento financeiro para colocar em prática

Mas como conseguir ações que levem, na prática, a uma maior eficiência no ato de planejamento? Para isso, trouxe 5 ações fundamentais para aplicar em seu dia a dia e conseguir melhores resultados. Confira, a seguir.

1. Aprenda a poupar dinheiro

Poupar dinheiro não é apenas guardar os valores que sobram ao final do mês. É fundamental identificar, principalmente, como conseguir diminuir seus gastos mensais, sem comprometer a sua rotina e melhorar o fluxo de dinheiro guardado.

Para isso, é importante considerar alguns pontos valiosos, tais como:

  • pague suas contas antecipadamente, caso isso gere descontos;
  • evite extravagâncias e compras supérfluas;
  • observe aquilo que é realmente urgente e emergente de adquirir no momento;
  • crie um fundo de reserva para não ter que contar com o seu dinheiro guardado para outros objetivos;
  • identifique seus gastos fixos e variáveis e evite o aumento exponencial deles;
  • faça uma lista daquilo que é dispensável;
  • estabeleça uma meta para poupar por mês.

2. Aprenda a investir

Uma forma de conseguir potencializar os resultados é investir os valores poupados, para que possam gerar mais renda ao longo do tempo. Cada pessoa tem um perfil, que deve ser analisado, antes de tomar essa decisão.

Por exemplo, há aqueles que são mais cautelosos, e devem investir em fundos mais seguros. Outros são mais arrojados e permitem fundos que gerem maior renda, mas que sejam mais arriscados.

Diante disso, é fundamental estudar sobre o assunto, ou então, contar com uma consultoria capaz de gerenciar seus investimentos.

3. Defina seus objetivos

Para saber como deverá ser seu planejamento financeiro, é fundamental conseguir determinar os seus objetivos. Quais são seus planos para os próximos anos? O que você deseja fazer em curto, médio e longo prazo?

Responder a perguntas como essa, bem como se certificar de qual será o seu padrão de vida para o futuro, é fundamental para identificar o tipo de planejamento a ser realizado. Por exemplo, objetivos mais elevados, como um aumento considerável da qualidade de vida, farão com que você tenha que se sacrificar um pouco mais atualmente.

Já objetivos menores levam a uma menor necessidade de poupar e, consequentemente, conquista-se mais rapidamente os seus objetivos. Por isso, é fundamental identificar quais as necessidades e o tempo que espera para conquistar esses sonhos.

Lembre-se que eles devem ser passíveis de ser obtidos, dentro de um planejamento consistente. Para isso, é importante ter os detalhes bem definidos: por exemplo, não pense “quero viajar para o exterior”. Pense “eu preciso ter o valor X para conseguir fazer a viagem para o exterior”.

4. Tenha controle das finanças

Você sabe com o que gasta hoje? Se perguntassem, agora, “qual percentual do seu salário é gasto com delivery?”, saberia responder? Se não, então é hora de começar a mudar isso com urgência.

Com isso, você consegue identificar quais são as despesas fixas e necessárias, e as eventuais e supérfluas. Permite, também, entender de que forma algumas contas fixas podem estar ocupando boa parte do seu orçamento.

Por exemplo, se as suas despesas fixas superam 50% do seu salário, pode ser uma opção encontrar formas de baratear as contas, optar por um aluguel mais baixo, entre outros pontos.

Diversos aplicativos podem auxiliar nisso, bem como planilhas. Mas lembre-se: para que funcione, é fundamental que você mantenha a disciplina e registre cada dado continuamente.

5. Tenha disciplina

Talvez esse seja o ponto mais difícil para ser cumprido, mas o mais importante a ser aplicado. A disciplina é fundamental para que consiga atingir os objetivos propostos e manter suas finanças em dia.

Por exemplo, é tentador que você queira desviar o foco de abrir o seu negócio ao ver que, com o valor guardado, é possível fazer uma viagem para o exterior. Mas lembre-se do seu objetivo proposto anteriormente. Vai valer a pena manter-se determinado no final.

O empréstimo como opção no planejamento financeiro

Muitas pessoas consideram que os empréstimos são mais prejudiciais do que vantajosos para seu planejamento financeiro em longo prazo. Por isso, é fundamental saber qual o momento de utilizar esse artifício.

Essa é a opção mais recomendada quando você deseja quitar uma dívida, de forma que vá pagar menos pelo empréstimo, seja mensalmente, seja no montante total. Para isso, é importante avaliar os juros da sua atual dívida e como seriam os valores no caso do empréstimo.

Nos demais casos, quando possível, é fundamental contar com o planejamento financeiro para conseguir arcar com suas contas e conquistar os seus sonhos. Seguindo as dicas que levantei aqui, tenho certeza de que conseguirá alcançar seus objetivos com mais tranquilidade.

Ficou alguma dúvida sobre este conteúdo? Ou teria mais dicas para complementá-lo? Deixe aqui nos comentários!

Deixe um comentário

PT_BR